As Melhores do "Vai..."

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Myriam Réus - por Celso Andre VAI...

Mães de Deputados e Senadores conseguem benefício federal


O Senado Federal aprovou, na calada da noite, um Projeto de Lei que torna legal usar a verba de gabinete para pagar serviços de garota de programa. A Lei valerá para deputados estaduais, federais, distritais e senadores da república.

O senador autor do projeto explica que gastar dinheiro com prostitutas é um fato comum, do cotidiano dos brasileiros, e que não vê problema os parlamentares usarem suas verbas de gabinete para pagarem programas com prostitutas. “Todo mundo tem direito a lazer, inclusive nós políticos”, afirmou.

Cada deputado terá uma cota para gastar com prostitutas, e o valor é acumulativo. Quem não gastar a quantia poderá emprestar o dinheiro para um amigo ou assessor fazer o uso do serviço. Todos os gastos com garotas de programa devem ser abertos e publicados na relação de despesas do Senado, Câmara Federal e Assembleias Legislativas.

Estimasse que só o Senado e a Câmara Federal deverão destinar cerca de 100 milhões de reais para os parlamentares gastarem com prostitutas.


www.g17.com.br

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Por um tempo, paramos o “AI-5 digital”



Participei, até o início da tarde, da reunião da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados e conseguimos adiar a votação, prevista para hoje, da proposta que define crimes cibernéticos, que ficou conhecida como “AI-5 digital”, como registra o portal IG. No dia 13, teremos última audiência pública para discutir alterações no projeto e a votação só poderá ocorrer depois do recesso.

Até lá, vamos fazer força para que o Governo envie ao Congresso o Marco Regulatório Civil da Internet, que crie uma regulação mínima para a rede. Porque isso é o mais correto: criar uma regra aberta e democrática e, só depois disso, definir aquilo que, por quebrá-las, pode ser classificado como crime.

Não podemos e não devemos partir para uma criminalização geral das atividades na rede influenciados.

Divulgo, aí em cima, o vídeo que o fotógrafo do PDT, Alexandre Amarante, gravou da minha participação.

Fonte Tijolaço

Delegado Batoré investigará os ataques de hackers

O Governo Federal enviou um pedido a Rede Globo, para que ceda o delegado Batoré, atualmente lotado na delegacia de Brogodó, da novela Cordel Encantado, para assumir as investigações sobre os casos de ataques de hackers aos sites do governo.

Batoré foi comunicado do pedido do governo na tarde deste sábado (25). Disse ter ficado lisonjeado por ter sido escolhido para assumir o caso e prometeu um bom desempenho para solucionar o caso. Entretanto o delegado demonstrou desconhecer o que seja hacker, site e computador.

“Hacker é aquele troço que colocamos o radinho de pilha em cima e enfeitamos a sala?”, perguntou.


Deputado Eduardo Azeredo, fez requerimento solicitando que o Rei Augusto da novela decrete o #AI5 Digital.

Tragédia da porra - Mulher morre engasgada com sêmen do amante no motel - VAIIIIIIIII

Na capital do Rio Grande do Norte, Natal, uma tragédia sexual provocou a morte de uma mulher. Ela teria se engasgada com o esperma do amante, na reta final da relação durante a prática oral. O caso aconteceu na tarde do último domingo (27). A Polícia Civil e o ITEP interditaram o local.

O amante da mulher, que tinha 28 anos e seis de casada, disse que, ao perceber que ela teria sido engasgada ligou para os funcionários do motel, e em seguida para o marido dela. “Eu estava tão desesperado que peguei o celular dela e liguei para o marido dela e contei tudo. Gritei no telefone: corre, vem pra cá que sua mulher está morrendo engasgada com o meu sêmen”, disse o amante a nossa reportagem.

O marido, e agora viúvo, não acreditou na ligação do amante da sua esposa. Pensou que se tratava de trote e desligou o telefone. Em seguida, uma nova ligação, desta vez dos funcionários do Motel, confirmando a tragédia, fez o esposo acreditar.

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o caso. O Delegado responsável pelas investigações disse que só vai falar após concluir o inquérito.

Fonte: http://www.g17.com.br

Boca Digital: Remixofagia - Macunaíma vai salvar o planeta

Uma compilação que aparece como a síntese perfeita dos tempos que vivemos, dos caminhos que temos, da história que fazemos.
Produção da Fli Multimidia.

Boca Digital: Remixofagia - Macunaíma vai salvar o planeta

terça-feira, 28 de junho de 2011

Cerco aos crimes digitais - #AI5Digital - Um sonoro VAI para o Azeredo

Depois dos ataques aos sites do governo, proposta que tramita há mais de uma década deve ser apreciada amanhã pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, antes de ir a plenário

Alessandra Mello

Jair Amaral/EM/D.A Press - 28/2/11

Azeredo rechaça acusações de que projeto pode cercear atividade na internet

Os ataques aos sites do governo neste feriadão trouxeram de volta as discussões sobre a lei de combate aos crimes digitais, proposta que tramita há mais de uma década no Congresso Nacional. Batizado pelos críticos de “AI5 Digital”, o relatório do projeto vai ser analisado amanhã pela Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados e, caso seja aprovado, segue para a Comissão de Constituição e Justiça, última etapa antes de ser apreciado pelo plenário. O texto que vai ser votado é relatado pelo deputado Eduardo Azeredo (PSDB), que também foi o responsável por sua análise e aprovação no Senado em 2008. Como foi modificado nessa votação, o projeto foi enviado à Câmara em 2009, onde começou a tramitar originalmente em 1999, por iniciativa do ex-deputado Luiz Piauhylino, mas não andou.

O projeto que vai ser analisado amanhã suprimiu alguns pontos considerados polêmicos da proposta aprovada pelo Senado, mas mesmo assim ainda enfrenta forte resistência entre os ativistas da internet livre. O projeto, também conhecido como Lei Azeredo, tipifica 12 crimes cibernéticos e estabelece penas, multas, detenção e prisão por até cinco anos para as condutas consideradas mais graves. Para Eduardo Azeredo, a votação desse projeto, que já estava prevista antes mesmo dos ataques da semana passada aos sites governamentais, veio em boa hora. Ele afirma que a própria Polícia Federal, acionada para investigar os últimos ataques cibernéticos, afirmou não ter meios de punir os culpados, por causa da inexistência de uma legislação criminal sobre o assunto.

O deputado rechaça as acusações de que seu projeto pode cercear a atividade na internet e diz que para acabar com as polêmicas de quem vê “chifre na cabeça de cavalo” resolveu simplificar dois pontos considerados mais controversos da proposta. Ele suprimiu do texto o artigo que obrigava provedores de acesso a denunciarem “indícios de práticas de crimes” e substitui o termo “dispositivo de comunicação” por “redes de computadores”. Segundo ele, o objetivo dessa mudança foi impedir a criminalização de condutas banais como a transferência de uma música da internet para um telefone celular. Mas manteve, de acordo com ele, por motivos de segurança, a obrigação da manutenção pelos provedores, por três anos, das informações sobre os usuários da rede . “É questão de segurança”, defendeu o deputado.

O líder do PT na Câmara, deputado federal Paulo Teixeira (SP), ativista da liberdade na rede, disse que o combate aos crimes digitais não pode ser usado como desculpa para cercear o acesso à internet e o direito à privacidade de quem acessa a rede. Ele diz que é radicalmente contra o projeto relatado por Azeredo e que vai trabalhar para que a base aprove uma outra proposta de combate aos crimes, elaborada com a contribuição de toda a sociedade. Segundo ele, hoje mesmo será colocado no portal E-democracia da Câmara uma minuta de sugestões sobre o tema. “Esse projeto do Azeredo não deve prosperar”, afirma.

Consultas públicas Ativista do software livre no Brasil, Marcelo Branco, ex-coordenador do Campus Party Brasil, um dos principais eventos de tecnologia do país, critica a votação do projeto dos crimes cibernéticos, antes mesmo da aprovação pelo Congresso do marco regulatório da internet. Desde 2009, o Ministério da Justiça elabora esse documento. As consultas públicas e audiências sobre o assunto já foram encerradas e, desde o início do ano, o Congresso Nacional aguarda o envio do texto para análise dos parlamentares. “Votar a tipificação dos crimes cibernéticos antes de votar o marco civil da internet é passar a carreta na frente dos bois. Por questão de bom senso, de lógica, o mais certo é primeiro votar a legislação civil sobre a internet e depois a penal”.

Marcelo Branco, que foi coordenador da campanha da presidente Dilma Rousseff nas redes sociais, disse que tem cobrado com frequência do governo o envio imediato do texto sobre o marco, até mesmo para que a população possa ter conhecimento sobre o teor do anteprojeto. Segundo ele, os ataques contra sites do governo no feriado foram amadores, não houve grandes prejuízos nem vazamento de nenhum dado importante nem sigiloso, e não justificam a votação de “afogadilho” dos crimes.

Fonte: Jornal Estado de Minas - Somente Assinantes

segunda-feira, 27 de junho de 2011

O PTrem das Treze no BlogProg 2

Dep. Federal @ReginaldoLopes PT/MG

Câmara marca votação de projeto de Azeredo #AI5digital #DigaNÃO

:: Luís Osvaldo Grossmann
:: Convergência Digital :: 27/06/2011

Depois dos ataques de hackers aos sites do governo brasileiro - que mobilizou a área de segurança da informação governamental nos últimos dias - o tema lei para combate aos cibercriminosos volta à cena.

Congelado há dois anos, mas ressuscitado nesta legislatura, o projeto de lei sobre crimes cibernéticos, com novo relatório, voltou à pauta da comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara, que marcou sua votação para a próxima quarta-feira, 29/6.

Autor do polêmico substitutivo ao PL 84/99, aprovado no Senado, o agora deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG) é mais uma vez responsável pelo texto em discussão – ele recuperou o projeto, abandonado em 2009, por acordo, e fez algumas mudanças.

Em uma delas foi retirado do texto um dos pontos mais controversos da proposta: aquele que obrigava provedores de acesso a denunciarem às autoridades “indícios de práticas de crimes”.

Além dessa, Azeredo retirou do texto termos como “dispositivo de comunicação” e “redes de computadores”, e substituiu “dados informáticos” por “dados eletrônicos”. Segundo o deputado, a mudança busca impedir a criminalização de “condutas banais”.

A proposta mantém a obrigação para que provedores armazenem, por três anos, “os dados de endereçamento eletrônico da origem, hora, data e a referência GMT da conexão”, que podem ser solicitados por ordem judicial.

Como houve dificuldade na construção de um acordo para a votação do projeto, a própria comissão de Ciência e Tecnologia engavetou a proposta em 2009, por entender que deveria esperar a definição do marco civil da internet.

Azeredo, no entanto, discorda dessa espera – o texto do marco civil ainda está sendo elaborado pelo Ministério das Justiça – e como integrante da comissão de mérito tratou de retomar o andamento da proposta.

Com exceção das mudanças citadas, o projeto preserva o que foi aprovado em 2008 no substitutivo do próprio Azeredo quando no Senado, estabelecendo 10 tipos penais relacionados a crimes cometidos com o uso da internet. São eles:

1) Acesso não autorizado a sistema informatizado;

2) Obtenção, transferência ou fornecimento não autorizado de dado ou informação;

3) Divulgação ou utilização indevida de informações e dados pessoais;

4) Dano (a dado eletrônico alheio);

5) Inserção ou difusão de código malicioso;

6) Estelionato Eletrônico;

7) Atentado contra a segurança de serviço de utilidade pública;

8) Interrupção ou perturbação de serviço telegráfico,telefônico, informático, telemático ou sistema informatizado;

9) Falsificação de dado eletrônico ou documento público; e

10) Falsificação de dado eletrônico ou documento particular.

Como o projeto já passou uma vez pela Câmara e foi votado no Senado, não é passível de sofrer mudanças significativas – pois voltaria à estaca zero. Daí a opção de Azeredo de apenas suprimir alguns pontos.


Convergência Digital - Segurança - Crimes cibernéticos: Câmara marca votação de projeto de Azeredo

Classes A, B e C ganham 13,1 milhões de brasileiros desde 2009, diz FGV VAI...

DO VALOR ONLINE


Na elite dos emergentes, apenas o Brasil registra crescimento econômico acompanhado de redução das desigualdades sociais. A constatação faz parte de um estudo elaborado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) e apresentado nesta segunda-feira durante o 1º Fórum BID para o Desenvolvimento da Base da Pirâmide na América Latina e Caribe, em São Paulo.

"Em uma década, a renda real per capta dos mais ricos no Brasil cresceu 10%, enquanto a dos mais pobres aumentou 68%", destacou o economista Marcelo Neri, responsável pelo levantamento.

O estudo mostra que a taxa de crescimento da renda dos 20% mais ricos no Brasil é inferior à registrada nos demais países dos Brics (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), ao mesmo tempo em a taxa de crescimento da renda dos 20% mais pobres só é menor que a contabilizada pela China.

Desde 2003, o país ganhou quase 50 milhões de consumidores, o equivalente a uma Espanha. Somente nos 21 meses, encerrados em maio, 13,1 milhões de brasileiros foram incorporados às classes A, B e C.

"Isso é reflexo do crescimento econômico com a redução da desigualdade social durante muitos anos. O que está por trás disso é o aumento da educação e do trabalho formal, a redução da natalidade e o ciclo eleitoral", explicou Neri. "Todo ano de eleição a renda média do brasileiro sobe muito", complementou.

Simultaneamente, a base da pirâmide social vem diminuindo. Apenas no último ano, a redução foi de quase 12%. "O grande passaporte para a saída da pobreza é a educação", frisou o economista da FGV, lembrando que programas como Bolsa Família também contribuem neste sentido.

O levantamento mostra que a probabilidade de se migrar da classe E para níveis mais altos da pirâmide social é de 27% para quem tem até um ano de estudo, enquanto que para aqueles que permanecem na escola por 12 anos ou mais, esse percentual chega a 53%.

ELITE

O estudo da FGV ainda destaca que a cidade mais rica do Brasil é Niterói, no Rio de Janeiro, onde 30,7% da população faz parte da classe A. Na sequência, vêm Florianópolis (27,7%), Vitória (26,9%), São Caetano (26,5%), Porto Alegre (25,3%), Brasília (24,3%) e Santos (24,1%).

"A região Sul é a que apresenta a menor desigualdade social no Brasil", afirmou Neri.

Estrangeiros e a posse de terras no Brasil

Por José Dirceu
Do
Blog do Zé Dirceu

O governo vai apresentar projeto pelo qual tornará mais rígido o controle e venda de terras a estrangeiro. A ideia é submeter transações com terras que envolvam mais de 5 hectares ao Conselho Nacional de Terras. Já, as transações que compreendam mais de 500 mil hectares, estas deverão ser aprovada pelo Congresso.

A situação da compra de terra por estrangeiros e grupos multinacionais, de fato, preocupa. De acordo com os cadastros do INCRA e do Ministério do Desenvolvimento Agrário (considerados precários até pelas autoridades) a concentração de terras nas mãos de estrangeiros encontra-se sobretudo nos Estados de Mato Grosso, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Bahia. E embora os dados oficiais do INCRA indiquem 3,6 milhões de hectares, estimativas atuais apontam haver quase o dobro - 5,5 milhões de hectares - em poder de grupos internacionais.

Uma possibilidade, já estudada pela Advocacia Geral da União (AGU), seria a obrigação, por parte dos compradores internacionais, de se associarem a brasileiros para poderem adquirir terras no Brasil.

Amazônia Legal

O projeto do governo retoma a possibilidade do exame e da votação, pelo Senado, de um projeto similar - já aprovado pela Câmara - elaborado por mim e pelo deputado Nilson Mourão (PT-AC). Ele estabelece regras para a compra e posse de terras por estrangeiros na Amazônia Legal. Esta vasta área do território nacional compreende nove Estados - AC, AM, AP, parte do MA, MT, PA, RR, RO e TO - e correspondente a cerca de 61% do território brasileiro.

Nosso projeto prevê que o estrangeiro terá que comprovar pelo menos dez anos de residência no país, antes de ter o direito de adquirir terras nessa região. Além disso, as atuais propriedades passarão por um recadastramento para homolagação pelo INCRA, de forma a avaliar cumprem sua função social. Em outras palavras, prevê uma análise para se conhecer se a propriedade é adequada e racionalmente aproveitada, de acordo com critérios ambientais, entre outros.

O projeto que já está no Senado determina, também, a instauração de processo judicial, tornando possível até mesmo o cancelamento do direito de propriedade, nos casos de imóveis improdutivos. Já, os proprietários que estiverem cumprindo a função social da propriedade poderão expandir a sua área. Nosso projeto também impede a posse por estrangeiros de áreas acima de 15 módulos fiscais. A proposta impede, ainda, aquisições em faixa de fronteira.




Conselho da semana do Mentor @itabahia28 VAIIIII

"Tome cuidado ao pregar uma peça em alguém"




O Mentor está entre nós com sua sábias palavras, conselhos e recomendações... VAI...

Índio da Costa para vice de Aécio


Por Altamiro Borges

Na noite de quarta-feira (22), véspera do feriadão, Índio da Costa, o ex-demo que foi candidato à vice do tucano José Serra e que hoje é um dos líderes do PSD de Kassab, teve sua carteira de motorista apreendida numa blitz do Detran do Rio de Janeiro. Ele se recusou a fazer o teste de bafômetro. Em seu twitter, ele confessou que havia tomado uma taça de vinho. Será que foi só isso?

Na campanha presidencial do ano passado, o ex-deputado ficou conhecido por seus ataques histéricos contra o governo Lula e a candidata Dilma Rousseff. Chegou a acusar do PT de ser ligado ao narcotráfico e fez discursos preconceituosos sobre temas sérios, como o aborto e a religião. Agora, o falso moralista é retido numa blitz policial. Todo moralista costuma ser um imoral enrustido!

Índio da Costa terá de pagar multa de R$ 957,70 e responderá a processo administrativo no Detran/RJ. A carteira de habilitação ficará retida por cinco dias. A apreensão ocorreu no mesmo bairro nobre do Leblon, próximo ao local onde o ex-governador e atual senador mineiro Aécio Neves também se recusou a fazer o teste do bafômetro. Como presidente do PSD do Rio de Janeiro, o ex-vice de Serra pode até pleitear ser vice do tucano Aécio Neves em 2014. Afinal, eles têm muita coisa em comum!

Presidente de Parlamento pede que oposição ‘pare de sonhar’ com câncer de Chávez


Chávez, entre Fidel e Raúl Castro, faz tratamento em Cuba | Foto: Estudios Revolucion/Cuba Debate

Da Redação

Em meio à onda de rumores sobre o estado de saúde do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, o presidente do Parlamento do país, Fernando Soto Rojas, desmentiu que o mandatário tenha câncer e pediu que seus adversários “deixem de sonhar” com a doença. “Eu seria o primeiro a informar ao país”, disse ele. Desde o último dia 10, Chávez está internado em Cuba recuperando-se de uma cirurgia de urgência para a retirada de um abcesso na pélvis.

“Chávez está se recuperando e se Deus quiser o teremos aqui em 5 de julho”, acrescentou o presidente do Parlamento. “Em alguns dias, o teremos aqui na Venezuela”. Adán Chávez, irmão do presidente, previu que ele estará de volta a Caracas até o dia 6. “A bênção para o meu filho amado. Que o poder de Deus o abençoe a curar-se o mais rapidamente para poder voltar”, disse Elena Chávez, mãe do presidente venezuelano.

Segundo assessores de Chávez, ele se mantém no comando da Presidência e informado sobre o que ocorre na Venezuela. Desde a cirurgia, o único detalhe sobre a operação foi dado dias depois pelo próprio presidente, de 56 anos, quando informou, por telefone, ao canal estatal de TV que se recuperava bem.

Segundo ele, vários exames foram realizados, incluindo uma biópsia, que não apontou “nada maligno”. A partir de então, o estado de saúde do presidente venezuelano abriu caminho para uma série de especulações sobre a gravidade da doença.

Baseada em fontes não oficiais, a imprensa venezuelana afirma que Chávez sofreria câncer de próstata, razão pela qual continuaria sendo tratado em Havana. Segundo a imprensa local, um andar inteiro do hospital militar em Caracas está em reforma para dar continuidade ao tratamento.

No fim de semana, o jornal norte-americano em língua espanhola El Nuevo Heraldo, publicado em Miami, informou que o estado de saúde de Chávez era “crítico, mas estável”. O governo venezuelano, por sua vez, não apenas nega os rumores, como acusa seus opositores de utilizarem a doença do líder venezuelano como argumento para derrubá-lo.

No sábado, o vice-presidente, Elias Jaua, acusou a direita nacional e internacional de estar “enlouquecida”, inclusive “falando da morte do presidente”. “Ainda teremos Chávez por muito tempo”, acrescentou. O prefeito de Caracas, Antonio Ledezma, disse que “não se pode governar um país pelo Twitter”.

Com informações da Agência Brasil.

Estado e religião, uma separação necessária

Nessa toada, o Brasil assiste à transferência para a Justiça das decisões sobre a necessidade de um Estado laico

Alessandra Mello

O Estado tem de ser laico. Essa deveria ser uma causa advogada pelos integrantes dos três poderes e também de todos os credos religiosos. Um Estado laico é a principal condição para o exercício da liberdade religiosa e do não credo, preceito estabelecido há mais de meio século pela Declaração dos Direitos Humanos e também assegurado pela Constituição Brasileira de 1988. Nele, todas as religiões têm direito a liberdade de culto e de expressão sem serem perseguidas ou cerceadas pelos governos. Também têm a mesma garantia todos aqueles que não professam nenhuma religião.


No entanto, a defesa do Estado laico não significa extirpar a fé de todos os processos sociais. Não é preciso banir os símbolos religiosos dos estabelecimentos públicos, muito menos abolir feriados santos. Nada disso. Significa apenas não tutelar comportamentos nem políticas públicas, principalmente aqueles regidos por legislações vindas dos parlamentos, sob a ótica de algum credo.

Se católicos e evangélicos são contra a união civil entre pessoas do mesmo sexo, tudo bem. Nenhum deles será obrigado a realizar casamentos gays por causa disso. Se também são contra pesquisa com células-tronco, uso de camisinha ou aborto, a mesma regra se aplica. A liberdade de expressão é uma garantia constitucional, e católicos ou evangélicos podem pregar em seus templos que todos esses comportamentos são pecaminosos e não devem ser cometidos pelos seus seguidores, sob pena de arderem no fogo do inferno. O que não podem é tentar impor uma moral religiosa para todos, professem ou não alguma fé.

Essa é uma discussão que o Brasil ainda não enfrentou claramente. Todos que até hoje passaram pelos mais altos postos da República, do Legislativo ao Executivo, não encaram o assunto. A prova maior é que em todo ano eleitoral candidatos aos mais diversos cargos fazem peregrinação pelas igrejas e templos em busca do apoio de líderes religiosos. Confrontados com assuntos espinhosos que envolvem algum tipo de moral religiosa, a maioria quase sempre se esquiva. Ou então muda de opinião, como aconteceu na disputa presidencial passada, quando os defensores de certas causas polêmicas, como aborto e drogas, viraram contrários, e os opositores assumidos ficaram em cima do muro. Tudo por medo de melindrar o eleitor.

Nessa toada, o Brasil assiste à transferência para a Justiça das decisões sobre a necessidade de um Estado laico. Caso recente das decisões do Supremo Tribunal Federal sobre o casamento gay. Entre os contrários ao tema, a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil teve direito a palavra e escalou um advogado para representá-la, em vão, no processo em que a Corte reconheceu a união entre pessoas do mesmo sexo. O mesmo ocorreu no caso da liberação das células tronco e na legalização das marchas em defesa da descriminalização do uso da maconha.

Os próximos temas sobre os quais o STF vai se debruçar para ditar regras são a obrigatoriedade do ensino religioso no Brasil e o aborto de bebês sem cérebro. Tramitam no STF diversas ações questionando esses assuntos. Esses mesmos temas são alvos de projetos em tramitação no Congresso Nacional, alguns há décadas, mas que não andam em função da pressão contrária da bancada religiosa e do corpo mole da não religiosa, aliada a um temor que o Executivo tem de tratar desses assuntos. Exemplo recente desse medo foi a suspensão do kit anti-homofobia, que o Ministério da Educação preparava para distribuir nas escolas, por causa da pressão da bancada religiosa do Congresso.

É nessa inoperância do Congresso Nacional que o Poder Legislativo tem agido. E todas suas recentes decisões têm sido no sentido de garantir a separação entre Estado e religião e a modernização da legislação e dos costumes brasileiros. E a aposta é que as futuras decisões da outrora vetusta Corte também sigam essa tendência.

Twitter: @AMelloreporter

Jornal Estado de Minas - Somente Assinantes

Bessinha sabe quem é o pai do filho - VAI

Lula emplaca José Graziano na Direção-geral da FAO

Luiz Graziano foi ministro durante o governo Lula e estruturou o Bolsa Família
Apoiado por uma ferrenha campanha do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, o agrônomo brasileiro José Graziano, de 61 anos, foi eleito neste domingo para a Direção-geral da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). Ex-ministro de Segurança Alimentar do governo Lula, Graziano ocupará o cargo no período de janeiro de 2012 a julho de 2015. Desde 2006, ele atuava como representante da agência na América Latina e no Caribe.
A eleição ocorreu hoje durante a 37ª Conferência da FAO, evento que começou ontem (26), em Roma. Com o apoio do governo brasileiro, Graziano recebeu 92 dos 180 votos. O segundo colocado foi o ex-ministro de Relações Exteriores espanhol Miguel Ángel Moratinos. Inicialmente também concorriam ao posto o austríaco Franz Fischler, o indonésio Indroyono Soesilo, o iraniano Mohammad Saeid Noori Naeini e o iraquiano Abdul Latif Rashid.
Indicado para o cargo pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no ano passado, Graziano vai substituir o senegalês Jacques Diouf, que permaneceu por 17 a anos à frente da agência. Ele deixará a direção do órgão em um momento em que a alta nos preços de alimentos tornou-se uma preocupação global, discutida nos principais foros internacionais.
Criada em 16 de outubro de 1945, a FAO concentra os esforços dos 191 países membros, mais a Comunidade Europeia, pela erradicação da fome e da insegurança alimentar. Na agência, que funciona como um fórum neutro, os países desenvolvidos e em desenvolvimento se reúnem para para negociar acordos, debater políticas e impulsionar iniciativas estratégicas.
O orçamento enxuto da agência, se comparado ao de outras instâncias da ONU, é considerado um dos entraves à atuação mais abrangente do órgão. Para o biênio 2010/2011, a FAO conta com orçamento de US$ 1 bilhão (R$ 1,6 bilhão) , com mais US$ 1,2 (R$ 1,9 bilhão) advindos de doações voluntárias. Outro problema com o qual Graziano deverá lidar são as divergências entre os países quanto à produção de biocombustíveis (apontados por algumas nações como os principais causadores da inflação nos alimentos).

domingo, 26 de junho de 2011

Conhecendo a Escola Nacional Florestan Fernandes - MST



Estive lá com companheiros do Rio, de São Paulo e do Rio Grande do Norte, para conhecer esse belíssimo trabalho da Escola Nacional Florestan Fernandes, mantida pelo MST na cidade de Guararema-SP. Confira mais no site do autor do vídeo, Geison Gunnar, em http://petistaonline.blogspot.com

"Com esse nome, AI5 Digital deve ser coisa séria"

Bom, esse foi um comentário que tive que ouvir ontem no ETC. Vamos começar do início, melhor.

Rolou ontem em BH o 7º ETC - Encontro de Twitteiros Culturais do Brasil, tendo a regional de Belo Horizonte escolhida para se encontrar no anfiteatro do shopping Pátio Savassi. Como convidados para o debate, foram escolhidos o cientista político e produtor cultural, Talles Lopes; a Mestre em Ciências Políticas e historiadora, Regina Helena Alves da Silva; o Doutor em Ciência Política, Bruno Reis; e a psicóloga, Júlia Ramalho Pinto. O encontro foi mediado pelo jornalista Marcelo Guedes.

O debate variava de assunto. Cultura, pirataria, direitos autorais, ataques dos hackers a sites do governo durante a semana... Tudo relacionado ao mundo digital. Acompanhamos o encontro via stream pelo site do evento. Pela transmissão, poderíamos também participar via twitter e email, mandando perguntas etc.

Ok, chegou a hora de enviar perguntas. A primeira pergunta enviada, a mulher se esquivou, falando apenas da participação das pessoas via web. Ai veio o bombardeio. Claro, queríamos saber a opinião desses "especialistas"(em que?!)sobre o AI5 Digital, do Nobre(sic) Senador Eduardo Azeredo(de onde mais ele seria a não ser PSDB)que quer censurar a internet dos brasileiros, deixando que o governo filtre seu conteúdo e rastreando dados de usuários.

Claro que uma discussão sobre internet,twitter e rede social devemos discutir isso. Ou não tem nada a ver com o assunto?

Enfim, voltamos a perguntar e o assunto foi jogado à mesa. Primeiro ninguém falou nada e, quando o mediador direcionou a palavra aos convidados, os comentários foram os mais básicos de todos. "É, um projeto que preciso estudar pois não estou a parte" disse um dos "especialistas" em web. "Com esse nome deve ser algo sério, pois lembra o AI5 da Ditadura"(Gênio,não??)Apenas a professora Regina Helena conseguiu dar uma palavra mais concreta ao assunto, dizendo que é um ato de tentar censurar a internet, que ela deve ser um meio livre de informação e expressão, mas temos que pesar o limite ético.

Ok, mas em um encontro de twitteiros, deixar passar um assunto como esse, como isso é possível? Em nosso encontro, o #BloguemusMG , falamos bastante sobre o AI5 Digital, afinal é algo que interfere diretamente em nossas atitudes na rede, seja ela militante ou apenas para navegação a lazer. O encontro ficou no Bla bla bla e infelizmente ficamos decepcionados com o conteúdo dado pelos "especialistas" na rosa.

Veja bem,não estou aqui tentando desqualificar a competência profissional de cada convidado, mas como pode um especialista em web falar que ..."com esse nome, AI5 digital deve ser coisa séria"? Poxa amigão, acorda pra cuspir, veja o que a web traz, veja a proporção de nossos comentários no twiiter hoje e veja o que o Senador quer fazer para impedir isso.

sábado, 25 de junho de 2011

O verdadeiro filho do #FHC

Solidão, mal do século XXI? VAI...

"Eu sozinho sou mais forte/minh'alma mais atrevida/não fujo nunca da vida/nem tenho medo da morte//Eu sozinho de verdade/encontro em mim minha essência/não faço caso de ausência/e nem me incomoda a saudade//Eu sozinho em estado bruto/sou força que principia/sou gerador de energia/de mim mesmo absoluto//Eu sozinho sou imenso/não meço nunca o meu passo/não penso nunca o que faço/e faço tudo o que penso//Eu sozinho sou a Esfinge/pousado no meio do deserto/que finge que sabe o que é certo/e sabe que é certo que finge//Eu sozinho sou sereno/e diante da imensidão/de toda essa solidão/o mundo fica pequeno//Eu sozinho em meu caminho/sou eu, sou todos, sou tudo/e isso sem ter contudo/jamais ficado sozinho”. A composição é de Paulo César Pinheiro. Conviver o dia a dia com tanta gente e ao mesmo tempo se sentir solitário parece um paradoxo social contemporâneo. Mas são muitas as situações geradoras de solidão. Há solidão gerada pelo próprio poder, solidão decorrente da riqueza, solidão dos bem e mal casados, solidão imposta pelo trabalho atomizado, solidão da criança cujos pais são egoístas ou inafetos, solidão dos velhinhos rejeitados com suas memórias e, muitas vezes, abandonados nos asilos esquecidos dos familiares, solidão da loucura, dos internos, dos hospitais psiquiátricos, solidão dos enfermos hospitalizados ou dos desempregados.

Muitas pessoas solitárias justificam seu “desejo de privacidade” escolhendo “viver sozinhas porque gostam de liberdade”, “prefere viver sozinha do que mal acompanhadas”. A tendência individualista de nossa época reforça o temor de conviver com as diferenças humanas, afinal, morar junto implica, sobretudo, sermos tolerante, compreender o outro, termos que dividir espaços e coisas e aceitar conferir a todo momento que o outro não nos preenche.


Há quem use a solidão como tempo de inspiração, análise e programação. É o recolhimento ao próprio íntimo. De vez em quando é preciso estar só. Ao sair da África até a Bahia o navegador Amyr Klink passou dias sozinho em sua pequena embarcação. Perguntaram-lhe se a solidão não teria sido seu maior obstáculo. Ele respondeu que nunca estivera só porque muitos torciam por ele e o que fazia lhe dava prazer. Quem age dessa forma não dá espaço para a solidão.


Há diferença entre viver sozinho “por opção” e o isolamento social obrigatório. No primeiro, a escolha é consciente e deliberada viver solitariamente, já que no segundo existe a imposição do destino ou das circunstâncias. O escritor, por exemplo, precisa estar sozinho para se concentrar e produzir seu texto. Também para ler, refletir, escrever, é preciso estar sozinho. Há diversas funções profissionais cujo isolamento social é condição sine que non para bem exercer a função. Ocupação é o antídoto para a solidão.



O filósofo Gaton Bachelard questiona: “Como se comporta sua solidão? Esta pergunta tem mil respostas. Em que recanto da alma, em que recanto do coração, em que lugar do espírito, um grande solitário está só, bem só? Só? Fechado ou consolado? Em que refúgio, em que cubículo, o poeta é realmente um solitário? E quando tudo muda também segundo o humor do céu e a cor dos devaneios, cada impressão de solidão de um grande solitário deve achar sua imagem (...) Um homem solitário, na glória de ser só, acredita às vezes pode dizer o que é a solidão. Mas a cada um cabe uma solidão (...) As causas da sua solidão não serão nunca as causas da minha”. E conclui: “A solidão não tem história”.


Viver no século 21, super estimulados por informações, contatos, internet, celular, ampliando a possibilidade de encontrarmos e sermos encontrados, que fica cada vez mais difícil de estarmos sós, com nós mesmos. A solidão é malvista, as pessoas que ficam mais sozinhas são consideradas excluídas, ou diferentes, excêntricas. Para o psicoterapeuta Flávio Gikovate, o mundo atravessa um momento histórico em que a pressão por uma vida acompanhada está deixando de existir. "Cada vez mais as pessoas estão se encaminhando para existências solitárias. Desaprendeu-se bastante a conviver a dois, por exemplo, e assume-se a opção de ficar solteiro. É um fenômeno social, a humanidade está se adaptando à solidão", analisa. "Basta olhar ao redor para comprovar isso. As pessoas andam sozinhas, dançam sozinhas. A mulher solitária de hoje não é mais uma solteirona trancada num quarto de pensão. Tudo está mudando.". Para ele, a capacidade de conviver bem com a solidão tem a ver, principalmente, com maturidade. "E só amadurecemos nos expondo a situações de dor. Isso aumenta nossa tolerância à frustração", explica.


O sucesso social é medido pela quantidade de vezes que alguém é visto e com quem. Mas dentro de nós há duas forças essenciais para nossa sobrevivência e bem-estar, que são poderosas e interdependentes: estar só e relacionar-se. O sono é uma forma natural de nos garantir isolamento, para repormos nossas forças e descansarmos já que a vida urbana nos proporciona poucas chances de ficarmos sós. Quando se está só há chances de avaliar como está a vida e como estão os relacionamentos. Isolamento nem sempre significa solidão. Há pessoas que precisam subir montanhas, outras a se embrenhar nos matos, ou simplesmente colocar seu walkman nos ouvidos. Para saber de quanto e de qual espaço você precisa, é bom passar um tempo sozinho, observando como se sente. A reclusão é importante para o processo criativo. É preciso abolir a ideia de que a solidão é negativa e de que pessoas sozinhas não podem viver bem. Agora é preciso distribuir seu tempo de forma adequada e positiva. Para os que vivem acompanhados, vale aprender a valorizar os momentos de quietude, de contemplação.


O que é solidão? Ausência de companhia, de pessoas à nossa volta? Estar longe das civilizações? Mais grave do que estar só é sentir-se só. Solidão, mais do que estar só, é a insatisfação da pessoa com a vida e consigo mesma. O filósofo alemão Martin Heidegger afirmou que estar só é a condição original de todo ser humano. Que cada um de nós é só no mundo. É como se o nascimento fosse uma espécie de lançamento da pessoa à sua própria sorte.

Fonte: Blog do Gutemberg

SOLIDÃO

por Francisco Buarque de Holanda

Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo... Isto é carência.
Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... Isto é saudade.
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos... Isto é equilíbrio.
Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida. .. Isto é um princípio da natureza.
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... Isto é circunstância.
Solidão é muito mais do que isto. Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma....

Mentor Dando de Motorista... #campanhaVAI

Depois de transportar em seu ônibus o Mentor da Campanha Intelectual da Campanha Intenacional "VAI..." o www.twitter.com/itabahia28 , veja o que fez esse motorista... "VAI..."



Penso que ele queria o mais rápido possível cumprir a missão da Sociedade Secreta "VAI..." --->> "Romper os limites dos continentes"... kkkkkkkkkkkk

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Internet será massificada, diz @Paulo_Bernardo #2BlogProg

O ministro das Comunicações, o petista Paulo Bernardo, participou da abertura do 2º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, onde fez um balanço das atividades do Ministério durante os primeiros meses do Governo. De acordo com Bernardo, a presidenta Dilma colocou a internet como prioridade de trabalho no Ministério das Comunicações. "A meta é expandir o uso da internet no Brasil e com melhor qualidade, além de preços menores para esses serviços, para que os acessos sejam de fato, massificados. Hoje a internet não é ofertada em qualquer lugar do Brasil e muitas tem preços abusivos" explicou.

Segundo o ministro, a ampliação da internet por todo território brasileiro só trará benefícios para a população. "Nós consideramos que disseminar a internet é importante para melhorar o nível de informação, vai ampliar a interação das pessoas na sociedade, vai melhorar o desempenho escolar, aumentar a produtividade no trabalho, além de ampliar a geração de empregos" afirmou o ministro.

Paulo Bernardo, explicou ainda, que mesmo em áreas rurais, a internet pode ser usada como principal fonte de informações de determinada população e que para isso, o trabalho dos blogueiros é fundamental. "Os blogs, twitter, Facebook e outras mídias, permitem que pessoas que não são originalmente, do ramo de comunicação ou que não tenham uma rádio, emissora de televisão ou jornal impresso possam ocupar espaço para fazer debates importantes. Não podemos pensar apenas em ser influenciados, mas temos que participar dessa interação e, por tanto, influenciar e ser influenciados pelas questões sociais" afirmou. (Janary Damacena -- Portal do PT)

A sociedade ainda é refém de poucos formadores de opinião, afirma Lula

Durante a abertura do 2º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou sobre a importância das novas fontes de informação para alcançar uma verdadeira democracia na comunicação brasileira.

O ex-presidente falou sobre a importância dos blogueiros como fonte de informações alternativas "Eu queria dizer que valeu a pena vocês, blogueiros, existirem, pois hoje o pobre tem mais acesso ao computador e logo terão acesso à internet. Daqui a pouco, seremos todos cidadãos livres e vamos deixar de ser um País de um pensamento único, que é aquilo que alguns poucos querem divulgado. Hoje os blogueiros são uma alternativa, uma possibilidade de que a sociedade participe das informações neste País. Que ela não fique refém deste ou daquele formador de opinião pública, mas que a sociedade possa formular sua própria opinião" acrescentou Lula.

Lula explicou que atualmente, o Brasil passa por um momento de transformação onde qualquer cidadão com internet pode se comunicar e ser uma fonte de informações. "Eu acho essa uma revolução extraordinária, essa dos blogueiros e twitteiros. E antes de serem independentes, livres e progressistas, é preciso ser sérios. Quantos mais vocês forem atacados, mais vocês têm que agir com seriedade. Eu posso dizer não como cidadão, mas como ex-presidente da República: eu sei o bem que vocês fizeram para a democracia deste País e pelo povo desse País, não deixando a população acreditar em qualquer coisa que alguns setores da mídia tentam nos empurrar" afirmou.

Além de apoiar a atitude dos blogueiros, Lula lembrou que graças às mídias sociais a campanha de Dilma Rousseff foi um sucesso na internet. A abertura do evento foi realizada em Brasília. (Janary Damacena -- Portal do PT)


Charge do Bessinha

#2BlogProg

DSC_0356DSC_0359DSC_0360DSC_0361DSC_0362DSC_0363
DSC_0364DSC_0365DSC_0366DSC_0367DSC_0368DSC_0369
DSC_0370DSC_0371DSC_0372DSC_0373DSC_0374DSC_0375
DSC_0377DSC_0378DSC_0379DSC_0380DSC_0381DSC_0382

#2BlogProg, um álbum no Flickr.

Brizola Neto no #2BlogProg

Companheiro Brizola Neto, do Blog Tijolaço manda um Alô para Ativistas e Blogueiros de Minas Gerais!

quinta-feira, 23 de junho de 2011

"Confesso que vivi e bebi no 2º Encontro"

Postado por:

No último fim de semana, realizou-se aqui em Brasília, o 2º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas. Até aí, morreu Neves. Ou pelo menos, um caiu do cavalo, no dia em que iniciavamos o tal Encontro. Ok, vocês já sabem disso. Mais de 400 inscritos, 30 mil pessoas acompanhando on-line as transmissões do Evento. Lula, o Cara, participou da Abertura. Agnello Queiroz, Governador do DF, fez as honras da casa. Ministro Paulo Bernardo, simpático e educado, foi trollado ao vivo pelo @. Zé Dirceu apareceu no sábado. Emir Sader, prof. Venício Lima também (coitado, o povo insiste em chamá-lo de Vinícius), etc, etc.

z__dirceu.jpg

Vários artigos e textos foram publicados a respeito, repercutindo a sua importância. Alguns destacando o pânico que o PIG deve ter ficado com o crescimento do movimento da blogosfera em seus calcanhares. Outros analisando a importância histórica do Encontro. Outros dizendo até que o seu autor propôs alteração no "Ponto G" da carta final, seja lá o que isso signifique ou implique. Né, @?.

geison.jpg

Sem querer cometer injustiças, e já cometendo, vou citar apenas alguns. O sempre combativo deputado @ postou: "Blogueiros progressistas lançam carta após II Encontro Nacional ". O já citado @ escreveu que a "Imprensa se assustou com o Encontro de blogueiros | Blog da Cidadania ". No #TeiaLivre tem o artigo do meu brother, @, que nos contou de suas impressões gerais sobre o Encontro: http://t.co/e7TR8UI (Viram que fiz o merchan do #TeiaLivre? Isso se chama auto-referência). E "last, but not least", o @ que falou -brilhantemente, só pra variar- sobre "O novo ciclo da blogosfera", ----> .

Sobre o texto do @ , concordo e lamento que, infelizmente, alguns companheiros nossos pensam que são @. Ou seja, que eles são "as referências da blogosfera, tem não sei quantos tantões de seguidores e que são os fodões". Não entendem que o "espírito da coisa" se resume numa palavra: "colaborativo". Eles precisam sim seguir, retuitar e citar os "ilustres desconhecidos" e "anônimos" que fazem a militância virtual ser real. De egos inflados, o inferno deve estar cheio (assim espero, amém!).

encontro.jpg

O que teria então eu, a acrescentar? Algumas poucas coisas. Mas como dizia Drummond, "De tudo ficou um pouco: de mim; de ti; de Abelardo". Primeiro, que tive a oportunidade de rever vários amigos e conhecer, pessoalmente, outros, que só me relacionava até então pela internet. Ok, isso também é Encontro. Já valeria a pena. Como dizia o outro poeta, xará desta "Petoa" aqui, "Tudo vale a pena se a alma não é pequena."

Aproveitando a deixa, vou contar meu encontro com uma dessas pessoas, de grande alma, o @. Conheci-o em Tucanópolis, no Encontro de Blogueiros que teve lá abril último. A gente saia do auditório da ALESP para ir fumar e conversar. (Tinha que ser na rua, porque nem debaixo das marquises é permitido fumar em Tucanópolis. Mesmo o Enio sendo cadeirante). Lá, fiquei sabendo que ele teria uma conversa com Lula, o Cara.

fumantes_1.jpg

Fui buscar no aeroporto, ele e sua cadeira high-tech, cujo controle de joystick deixava as crianças morrendo de inveja. Depois soube que ele, quando entrevistou o Cara, "convenceu" Lula a participar do 2º Encontro Nacional. Sim, o Enio foi a "fonte" que confirmou em primeira mão a presença do Cara no evento aqui no DF.

Ou seja, sou "amigo do amigo do Cara". Tenho orgulho de ter tomado cachaça com ele e com tantos outros companheiros. Sei que as más línguas já estão me acusando de ter subvertido o Encontro, fornecendo a "marvada", inclusive dentro da sala onde participava da mesa sobre "militância e humor". Né, @?

alambique.jpg

Em minha defesa, parafraseando Getúlio Vargas, digo o seguinte: "a cachaça é nossa". Fui buscar direto da fonte (na fazenda de meu primo, ou seja, tá tudo em casa) e ninguém reclamou da qualidade do produto. Muito pelo contrário. Uma amostra dela chegou até a Bahia, presenteada que foi ao @. Falando nisso, comentei com o pessoal, que o único problema do próximo Encontro Nacional ser na Bahia, é que eu não sei se volto de lá. Mas isso, a gente vê depois.

Abraços a todos.








Fonte: TeiaLivreLink

quarta-feira, 22 de junho de 2011

"Tomem o Poder"

No último sábado, José Dirceu participou do 2º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas em Brasília. Entre muitos assuntos debatidos, liberdade de imprensa, liberdade de expressão e documentos ocultados da época da ditadura não puderam ficar de fora.

Sem hesitar, Dirceu respondeu tudo muito bem humorado, sem fugir de questões polêmicas, como sua opinião sobre os blogueiros, processos recebidos, documentos ocultos, STF entre outros. Como Dirceu falou, a mídia tem uma importância muito grande na opinião das pessoas, mas são os blogueiros. “...é essa mídia alternativa que vai mostrar o outro lado, como aconteceu nas últimas eleições”.

Dirceu tentou se esquivar para dar sua opinião sobre os meios de comunicação no Brasil. “Minha opinião já não importa mais, sou apenas um cidadão civil como qualquer outro”, mas enfatizou ao dizer que “...não se pode tirar a importância da rede Globo como exportadora de conteúdo da cultura brasileira”. E como o próprio José Dirceu falou, nós da rede da Blogosfera, temos uma responsabilidade muito grande. E o que os blogueiros devem fazer na comunicação? “Tomem o poder”, diz Dirceu.

Qual é a importância da web hoje nos meios de comunicação?

Talvez não tenha nada mais importante nos últimos anos do que a internet como um movimento de blogueiros para garantir a manutenção de liberdade de expressão, pois há movimentos claros no sentido contrário. Existe uma briga política também, pois informar é exercer o poder político. E esse poder político está sendo democratizado no Brasil, o que é natural também, não vejo isso como ir contra aos meios de comunicação no Brasil, quanto mais, melhor, isso sem tirar a importancia e o papel dos meios de comunicação.

E qual importância desses meios hoje, mesmo com a internet concorrendo?

Eu nao vou negar a importância da Globo como produtora de conteúdo, como exportadora de conteúdos e da cultura brasileira. O bom é ter mais meios de comunicação, mais meios de informação e a internet possibilitou isso. Fora o papel de uma nova forma de organização que a internet permite nas redes e nos movimentos sociais e políticos. São excelentes, para a juventude principalmente.

E o que falar ao movimento dos blogueiros no Brasil?

Se eu fosse dar uma palavra de ordem, falaria aos blogueiros “tomem o poder, dos partidos,das redes, da sociedade, tomem o poder, pois é o que a juventude tem que fazer, porque nós estamos fazendo isso há 40, 50 ou 60 anos.

Sigilos
José Dirceu comenta que é muito comum países manterem sigilos em assuntos estratégicos, como fronteira, questões nucleares, mesmo pela segurança de sua população. Documentos da Ditadura, na qual ele foi um grande ativista contra o regime, foram mencionados para que sejam mostrados e responsabilizar os culpados dos desaparecimentos, das torturas e mortes no Brasil na época do regime militar.

Não é ruim os países manterem os assuntos em sigilo, como questões nucleares e documentos da ditadura?

Todos os paises têm uma série de assuntos que são tratados como sigilo, questões nucleares, questões de defesa nacional, de fronteira, integridade territorial... Se ficar restrito só a isso, não tem nada a ver com documentos da época da ditadura, nem outros assuntos do governo.

Mas como saber?


Tem uma comissão, e essa comissão tem que apresentar as razões do que ela quer com o documento. Tem que ser transparente, ficar restrito por que? Não pode ser segredo... Mas isso sempre tem risco, todos os governos em todos os estados. Você pode ter segredos nucleares e depois de 20 anos descobrir que os residuos nucleares não eram bem tratados e isso torna-se segredo de estado. O ideal seria que nós não tivessemos nenhuma restrição, mas a vida é dura né, nao é bem assim.

Mas e a sua opinião, pessoal mesmo...

A minha opinião não tem importância(risos). Não sou mais do governo, sou um cidadão. Antes de mais nada, eu sou a favor de nenhuma restrição sobre a informação, até porque eu fui vítima da ditadura e até hoje nós não temos acesso aos documentos e arquivos, não que eles existam, porque há dúvidas sobre se eles existem, mas isso tem que ser reconstituido e quem destruiu tem que ser punido. Esse processo não começa nunca no Brasil, nem em outros países. Isso não tem nada a ver com anistia.

O Governo recentemente enterrou a possibilidade de rever os documentos...

O Supremo Tribunal Federal, não o governo. E quando o STF deu o padecer, o Supremo não havia tomado uma posição sobre, ela defendeu uma posição que existe, e esses crimes não prescrevem portanto estão na lei da anistia. São crimes de tortura, assassinatos políticos, ocultação de cadaver, uma série de crimes que foram cometidos, mas não foi entendimento do Supremo. A AGU(Advocacia Geral da União) não pode defender uma tese(contrária) dada há dois meses pelo supremo.

Lei da anistia?

Eu vou continuar defendendo a posição que mais cedo ou mais tarde a liga internacional será declarado que o Brasil está fora da lei, porque não se pode dizer que crimes que foram cometidos na ditadura militar não sejam alvo de investigações. Qual pais, principalmente na America do Sul, não tem esse segredos? Não estamos pedindo pra processar ninguém, nós como sociedade civil queremos a responsabilidade, reconhecer os autores dos crimes praticados, que eles pelo menos sejam expostos, porque nós temos transparência, tudo o que nós fizemos nós fomos processados. É engraçado, nós fomos processados, exilados, torturados, presos, perdemos empregos, famílias, uns foram assassinados, centenas ainda estão desaparecidos, agora querem reciprocidade, investigar os torturadoes e investigaram nós também. Isso é uma aberração, não estamos pedindo nada demais,queremos a verdade só. Uma comissão da justiça da verdade.

Pois é, e depois dessa entrevista, José Dirceu deixou em aberto um pensamento. Será que iremos abrir a caixa preta da ditadura militar? AGORA VAI...

terça-feira, 21 de junho de 2011

Europa recomenda preservativo que aumenta a ereção


Londres, Reino unido. A empresa médica britânica Futura Medical teve sua camisinha que reforça a ereção recomendada para receber aprovação da União Europeia (UE). A companhia disse que sua camisinha CSD500, licenciada para venda pela empresa farmacêutica Reckitt Benckiser, sob a marca Durex, possui em sua ponta um gel que dilata as artérias e aumenta o fluxo de sangue para o pênis, resultando em uma ereção maior e mais firme.

Depois da recomendação, os produtos geralmente levam cerca de um mês para receber a certificação de marca CE. Com essa certificação, a camisinha poderá ser vendida em 29 territórios da Europa e vários países não europeus.

Em um estudo duplo-cego (em que nem examinador nem examinado sabem o que está sendo considerado para avaliação) copatrocinado pela Futura e que comparou a CSD500 a camisinhas do tipo padrão, dos participantes que expressaram uma preferência, uma parcela importante de homens e mulheres relataram melhoras na firmeza da ereção do homem nas relações sexuais em que foi usada a CSD500.

Além disso, entre os participantes que expressaram uma preferência, uma parcela significativa de homens e mulheres achou que a CSD500 aumenta o tamanho do pênis, e uma parcela importante das mulheres relatou uma experiência sexual de duração mais longa

Democracia direta via redes virtuais

Gabriel Guimarães - Deputado federal (PT-MG), via BloguemusMG

Em meio de um pesadelo, a reforma política. Muitos falam, repetem sempre o mesmo:

1) o financiamento privado submete o político ao poder econômico e é o pai e a mãe da corrupção;

2) propor financiamento público é contraditório, pois o povo, comprovadamente, o rejeita;

3) voto em lista fechada elege quem não tem voto, tira a liberdade de escolha do eleitor e transfere a corrupção para dentro dos partidos;

4) o distritão é a morte dos partidos;

5) o voto distrital acaba com a proporcionalidade partidária e, portanto, com a democracia.

Nada avança, quero uma saída, clamo por socorro.

O guardião mitológico dos sonhos, Óneiros, ouve meu apelo e surge imediatamente em meu quarto. Magicamente, transporta-me até a antiga Grécia e mostra-me uma ágora, praça onde os cidadãos se reuniam e tudo decidiam. Ali assisti em pleno funcionamento uma assembleia resolutiva, formada por todos, a mais direta democracia de todos os tempos. Óneiros, então aponta a saída: “Para superar todos os problemas assinalados pode ser simples, composta de uma medida só: ao modelo político que vigir, sobrepor um novo poder a ser criado, a assembleia resolutiva, exercida diretamente pelo povo ou por parte tão significativa dele que permita alcançar equivalente legitimidade. A assembleia resolutiva será um poder popular pleno, que dará a palavra final, sobre medidas de interesse da população, sobretudo os projetos de lei. Os interesses escusos recuariam, pois seriam fatalmente esmagados nesse assembleia de massa. Que se constitua para isso uma imensa e única ágora nacional, agora. Óneiros se despede e eu desperto.

Em vigília, penso: por que não? Nossa ágora já está quase pronta. A ágora agora é em ambiente virtual, está nas redes sociais, no cyber espaço, com suas inesgotáveis possibilidades: sites, e-mails, newsletter, blogs, chats, e até second life! Hoje seria relativamente fácil se organizar um espaço dedicado de funcionamento ininterrupto, diariamente, por 24 horas, para discussão permanente, informação e defesa de opiniões, com a utilização do conjunto daqueles instrumentos. Nesse espaço virtual, seria instalada a nova Assembleia Resolutiva Eletrônica (ARE), composta por 1% dos eleitores de cada município, garantidos nas assembleias municipais o mínimo de 100 membros. No total, seria cerca de 1,4 milhão de brasileiros participando da ARE, amostra totalmente satisfatória para a exata representação do conjunto do país. Volume suficientemente grande para não permitir manobras, manipulações ou cooptações, e adequadamente pequeno para viabilizar o fornecimento dos instrumentos de acesso e informação, treinamento e logística para efetivas participações e votações.

As pautas seriam organizadas pelos legislativos contendo suas polêmicas, as demandas dos demais poderes, os temas de ofício e aqueles requeridos por parcelas significativas da população. A possibilidade de referendos e plebiscitos gerais ficaria mantida, bem como não seriam substituídos ou modificados os atuais poderes da República. O que se pretende é um acréscimo da democracia direta, a possibilidade de centenas de consultas por ano, um novo instrumento de controle externo, em plena harmonia com as instituições vigentes. A pauta seria discutida ao longo de um mês inteiro na ARE e, ao final, votada diretamente, como se fossem plebiscitos ou referendos. Os votos secretos seriam colhidos nas urnas eletrônicas atuais disponibilizadas uma em cada zona eleitoral.

A escolha dos membros da ARE, para o mandato de dois e não remunerado, deve ser a mais democrática, isenta de influências do poder econômico, a mais fiel às proporcionalidades, ideológicas, de gênero, etnias, níveis de renda, religiões, regiões, enfim, como se houvesse cotas exatas para tudo. O sorteio aleatório entre todos eleitores é precisamente o método que contempla tudo isso, além de ser o mais fácil e barato. Ampliar a democracia direta corresponde a anseio de meu partido e de vastos segmentos políticos e sociais do país. É ideia onírica, mas que pode ser real.

domingo, 19 de junho de 2011

Zé Dirceu e a militância nas redes sociais

Zé Dirceu diz: "jovens tomem o poder" #2blogprog


sábado, 18 de junho de 2011

Campanha VAI ao vivo de BSB.... VAI

Lula participa do #2BlogProg Nacional

Com a presença do Ex-Presidente Lula, começou hoje em Brasília o 2 BlogProg, com a participação de cerca de 500 blogueiros (as) e Ativistas das redes sociais.
Em sua fala o Presidente Lula relembrou a importância da atuação dos blogueiros progressistas no processo eleitoral do ano passado. Um dos exemplos citados como ilustração esta o episódio da encenação da bolinha de papel: "Serra tenta o golpe do Rojas".(confira aqui o melhor da bolinha de papel na rede)

Lula afirmou que já disputou e participou de várias campanhas, mas que na eleição da Presidenta Dilma foi a mais complexa por que a oposição baixou o nível do debate demostrando a virulência do preconceito de gênero, que ainda assola o país.
Além disso, Lula ressaltou os avanços dos 8 anos do seu governo, destacou a atuação do ex-Ministro Franklin Martins, que propôs a criação de um marco regulatório para os meios de comunicação. À época a proposta foi debatida na Conferência Nacional de Comunicação - CONFECOM, encarada como censura pela grande IMPRENSA.

Lula disse, ainda, que o termo "Blogueiros sujos" foi atribuído por aqueles que historicamente se aliava e promovia a sujeira existente no Brasil.

O Presidente Lula, foi muito aplaudido no #2BlogProg e mais umavez ressaltou a importância dos Ativistas de Rede, bem como o papel na desconstrução da companha difamatória é subterrânea promovida pelo então candidato derrotado José Serra.

Na sequência o Ministro das Comunicações Paulo Bernardo, falou sobre diversos temas e respondeu vários questionamentos do presentes, dentre eles o PNBL.

Assista aqui!

Amanhã teremos mais um dia de debate!

sábado, 11 de junho de 2011

Os imortais também fazem plim-plim.



Estamos em 2011, chegamos ao século XXI, o primeiro do terceiro milênio, e quando a gente pensa que já viu tudo e que as coisas tendem a melhorar assistimos, embasbacados, a eleição de um tal Merval Pereira como imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL). Mas quem é Merval Pereira? Bom, se você é jornalista ou costuma ler o jornal O Globo saberá que ele é colunista do mesmo, e só.
Sem desmerecer o trabalho dos jornalistas e colunistas, mas com todo respeito, apenas isso não basta para se tornar imortal – Ah, Merval Pereira também escreveu os livros A Segunda Guerra, A Sucessão de Geisel e O Lulismo no Poder, e só.
Como nós, do movimento “Vai”, não conseguimos descobrir um bom motivo para que Merval seja considerado imortal (e olha que até rima, Merval Imortal, talvez seja este o motivo) decidimos defender que a ABL seja aberta a todos os brasileiros, queremos que a literatura seja nua e crua.
Lançamos a blogueira e escritora Bruna Surfistinha como candidata oficial do movimento “Vai”, por uma literatura nua e crua. Como você pode ver neste post já estamos divulgando nossa postulante a imortal.


quinta-feira, 9 de junho de 2011

Ataulfo Alves - Laranja madura (1966)

Noel Rosa - Mulher indigesta (1932)



Mas que mulher indigesta!(Indigesta!)
Merece um tijolo na testa
Essa mulher não namora
Também não deixa mais ninguém namorar
É um bom center-half pra marcar
Pois não deixa a linha chutar
E quando se manifesta
O que merece é entrar no açoite
Ela é mais indigesta do que prato
De salada de pepino à meia-noite
Essa mulher é ladina
Toma dinheiro, é até chantagista
Arrancou-me três dentes de platina
E foi logo vender no dentista

terça-feira, 7 de junho de 2011

#RioBlogProg.wmv

segunda-feira, 6 de junho de 2011

vida após a vida .wmv

praga

"Tudo bem com o senhor?" (vídeo original, versão completa)

Deusarina dos Santos

Pai de Santo Pentecostal

sexta-feira, 3 de junho de 2011

MG realiza o "bloguemus Quæ Sera Tamen"


Da página dos blogueiros de Minas Gerais:

Levados pela grande onda que integra ativistas da Internet no Brasil inteiro, os mineiros também vão se encontrar. Será realizado o 1º Bloguemus Quae Sera Tamem, nos dias 10 e 11 de junho, em Belo Horizonte. O evento servirá como etapa preparatória do Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, que será realizado em Brasília.

Nós, daqui das montanhas e gerais, temos por objetivo fazer da rede virtual as asas da liberdade que nos norteiam desde nossa bandeira. Vamos romper a censura praticada nos últimos anos pelas forças do atraso que hoje governam os mineiros e colocaram a velha mídia cercada e subjugada. Nesses anos, a realidade ficou escondida nas redações dos jornais, das rádios e tvs, sem espaço para ganhar o grande público. Felizmente, a rede é libertária por origem e resiste às tentativas de censura impostas pelos tiranos travestidos em democratas. Pela rede, milhares de mineiros combateram o autoritarismo e a censura através de seus teclados.

Redes sociais (blogs, twitter, orkut, facebook e infinitas possibilidades) são territórios livres nos quais proliferam discursos sediciosos, de forma semelhante aos discursos sediciosos de Tiradentes no processo da Conjuração Mineira. Redes sociais atuam para divulgar fatos, denunciar as falhas no acesso à informação, desmentir boatos, denunciar calúnias e crimes de ofensa moral, estimular práticas democráticas, quebrar preconceitos. Trazem novos pontos de vista e abrem espaço para discutir direitos das mulheres, combate ao racismo, à homofobia e a todo tipo de discriminação.

Porém, não basta proferir discursos sediciosos isolados. É necessário trocar informações, desenvolver estratégias de atuação conjunta, organizar e fortalecer os discursos para efetivá-los politicamente. É por isso que será realizado o 1º Bloguemus Quae Sera Tamem. Nosso encontro servirá para reforçar a vocação sediciosa mineira, reunindo pessoas que lutam também nas redes sociais para garantir a liberdade de expressão e acabar com todo tipo de discriminação.

Se você também faz parte dessa rede, junte-se a nós no 1º BloguemusMG.

Dias 10 e 11 de junho de 2011, no auditório da Fecomércio MG - Rua Curitiba 561 - Centro Belo Horizonte.

Sexta-feira 10 de junho

18h - credenciamento e confraternização

12º andar do prédio da Fecomércio MG - salão

19h - Mesa de abertura.

Temas:

- Os encontros necessários para o ativismo progressista na rede

- Abertura oficial do #Bloguemus Quæ Sera Tamen, o #BlogProgMG

Apresentação dos princípios do movimento dos blogueiros progressistas através dos seus protagonistas

21h- confraternização – no salão lateral ao auditório

Sábado – 11 de junho

8:30 – café da manhã com papo

9h: Mesa redonda

Tema: liberdade e ativismo

As várias abordagens, processos, ameaças e respostas: o exercício da liberdade na rede, pelas palavras dos que estão na linha de frente.

Debate

11h - Mesa-redonda

Tema: Liberdade de comunicação em Minas Gerais

A liberdade de expressão sob ameça dos poderosos, chantagem e manipulação da informação disponível para os mineiros. A resistência e o ativismo de guerrilha dos que não se entregaram.

Debate

13h - almoço

14h - Mesa-redonda

Tema: Liberdade, ativismo, e combate às discriminações

Discutir os discursos sediciosos que questionam o status quo e combatem as mais diversas formas de discriminaçao, especialmente o combate ao machismo, racismo e homofobia

Debate

17:00 - Construção de propostas, elaboração das formas de ação

Como encaminhar o encontro para um fórum permanente de aglutinação de ativistas, formação de novos parceiros na rede, caravana digital e superação das distâncias culturais e geográficas do estado.

19h – Elaboração do texto final do encontro e encerramento.

*****

Convidados:

João Carlos Caribé, Marcelo Branco, Nilmário Miranda, Conceição Oliveira(Maria Frô), Cido Araújo, Sérgio Telles, Sérgio Amadeu, Bemvindo Sequeira, José de Abreu, Túlio Vianna, Luis Carlos Azenha, Paulo Henrique Amorim, Renato Rovái, Rudá Ricci, Miguel do Rosário, Jô Morais, Neusinha Santos, Rogério Correia. (alguns convites aguardando confirmação)