As Melhores do "Vai..."
Últimas Notícias

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016



FHC RECONHECE FILHO DE EX-AMANTE


sábado, 12 de julho de 2014

Protestantes congestionam 10 km da MG-431 por falta de água


PSDB se especializando em falta de água: Não basta apenas o estado de São Paulo, como também tiveram o descuido com município Pará de Minas


"Situação está insuportavel", diz manifestante (Foto: Laura Abreu/Divulgação)
500 moradores de Pará de Minas protestaram a falta de água fechando os dois sentidos da rodovia MG-431 na sexta feira passada, dia 11 de julho. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMR), os manifestantes interromperam o trânsito na rodovia por aproximadamente duas horas, gerando um congestionamento de aproximadamente 10 quilômetros.
Segundo os manifestantes, o problema na cidade ocorre desde 2009. A Copasa, para variar, não anda fazendo o seu papel, sendo que em setembro de 2013 o município teve que declarar calamidade pública mediante a falta recorrente de água.
O Ministério Público, nessa semana, procurou à Prefeitura e a Copasa para manterem o abastecimento diário de água. Mediante a isso, a Copasa emitiu uma liminar que solucionará o problema no prazo de 10 dias em Pará de Minas. Já a prefeitura pediu suspensão da liminar, pois não há água no município, forçando a Copasa recorrer à justiça. Sendo assim, a prefeitura abriu um edital para contratar uma empresa de abastecimento e tratamento de água. Em resposta, a Copasa diz que permanecerá no município com o compromisso em solucionar problemas referentes a água, mesmo não fazendo parte de nenhuma licitação.

Moradores manifestam pela falta de água em Pará de Minas (Foto: Laura Abreu/Divulgação)Hoje, a estação de tratamento de água chegam em média 60 litros de água por segundo, sendo que antes, a média era de 240 litros por segundo. Mais uma vez, citaram que o problema pela falta de água seja a estiagem, mas acompanhando este caso e comparando com a grande crise no estado de São Paulo, vemos que a incompetência seja governamental, pois ambos os estados são geridos pelo PSDB há anos. Existem tecnologias para prevenirem isso, ações responsáveis a serem tomadas e uma gerência mais apta para firmar tal compromisso.

domingo, 18 de maio de 2014

Texto essencial indicado por Tateto Geraldo André



A linguagem é uma das formas de se comunicar.
Ela pode ser escrita, falada, expressada em forma de mímica e tantas outras formas.
A cada dia, o bicho homem que se diz racional descobre várias formas de se comunicar com os elementos que circulam
o seu meio.

Quando se quer fazer alusão a algo é de praxe que se indique a origem do objeto aludido.
Nesse aspecto quanto mais embasada for a origem em que pauta para desenvolver um tema, mais credibilidade
se dá ao fato em questão.  Logo convencionou-se. Tudo que se escreve é mister que se indique a origem da afirmativa, sob pena de o dito não ter nenhum valor confiável.
VERDADEIRO OU FALSO?
Depende da profundidade em que  se pretenda declinar para responder a esta questão. Se quer ser superficial e acomodado
é mais simples aderir à mesmice sem demonstrar nenhum pouco de senso investigativo, por mais comum que se pareça o tema.

A infelicidade de uma decisão jurista que está sendo hoje divulgada na mídia brasileira acerca das liturgias realizadas pelos afro descendentes demonstra claramente o despreparo desse jurista a respeito das várias formas da leitura.
Quando ele afirma ter validade somente as religiões que possuem um aparato literário e uma pessoa expert em decodificar
os dizeres da literatura em mãos para seus seguidores o jurista dá uma prova incontestável de sua ignorância a respeito das várias formas de se comunicar.
Ferindo o art. 5º da Constituição Federal  o Juiz confirma sua inclinação tendenciosa a favor de um certo seguimento religioso, esquecendo da máxima jurídica, o princípio da IMPARCIALIDADE.

Quero antes de justificar a minha posição, dizer que os fatos antecedem à escrita seja ela de qualquer forma. É elementar que se vou escrever a respeito de qualquer tema, necessário é que eu tenha o fato concreto e palpável.
A etiologia da  palavra religião foi totalmente ignorada pelo jurista por omissão ou por conveniência quando afirma que os cultos Afro brasileiros não podem ser reconhecidos como religião.

Lembrar que o verbo religar-se está  intimamente ligado às ações ancestrais praticada pelos Afro brasileiros. Eles nada fazem sem que seja louvado os seus ancestrais na certeza de assim praticando a todo instante o ato religioso de religar-se ao seu passado.

As literaturas a que faz alusão o infeliz jurista foram escritas por mãos humanas, que sujeitas a falhas, se pautou um dia ao relato ORAL forma também criticada pelo jurista em sua decisão.

A grande diferença entre a forma de cultuar o passado do religioso Afro e afirmado pelo jurista é que o ancestral está presente entre  todos que conseguem vê-lo, ouvi-lo e toca-lo. Mas para tal necessário é que se dispa de todos os pecados capitais e das mazelas humanas de desonra à herança deixada a todos nós pelo CRIADOR.
Até quando um ser humano irá insistir em desprezar a verdadeira linguagem que comprova as razões dos atos capazes de aumentar a longevidade dos seres viventes?

Muito antes da criação da espécie humana, Deus criou a NATUREZA. Ele se faz presente em todos os elemento de sua Criação assim como no homem.
Então quando se cultua Deus na Natureza, o Afro descendente volta à sua origem, para alimentar seu espírito e sua ligação com DEUS.

Deus é tão Pai em sua obra, que deu para o ser humano, muito antes de sua criação, os elementos que serviriam para a sua subsistência. Faço alusão a NATUREZA.    Natureza esta que esse mesmo ser humano vem ao longo dos tempos destruindo indiscriminadamente.
Mas esse fato não pode ser imputado aos religiosos Afro brasileiro, pois eles veem em Deus  toda a Natureza. Assim sendo eles não a maltrata, pois estaria maltratando seu próprio Criador bem diferente do que  fazem os seres humanos que se dizem Racionais.

Quisera poder nesse pequeno texto demonstrar quão é bela essa relação Deus e o entendimento de união a ELe por parte dos Religiosos Afro brasileiros.
Mas imaginem aqueles que já ouviram falar então do ciclo da água que se aprende nas escolas do ensino primário (*), se conhecessem também , esse mesmo ciclo cultuado, cantado, dançado, vestido e demonstrado a todos, só que poucos conseguem vê-lo, no culto às Divindades existentes em cada fase desse ciclo. MUILU. ANGORÔ, ANGOROMÉIA, ZINGALUMBONDO, ANGURUCEMAVULU, NZAJI, NDANDALUNDA, KALUNGA, KTEMBU, KSIMBI E ACARAMOSI. Todos são Minkisi presentes no ciclo da água. Conhecer cada um deles é corriqueiro dentro dos cultuadores Afro Brasileiros.   
Desta forma tosos os fenômenos da Natureza são conhecidos e respeitados como a verdadeira presença viva do CRIADOR. Onde se enxerga ciência os Afro descendentes enxergam Deus.

Para ler a natureza não há necessidade de livros e muito menos de um líder para orientar a quem quer que seja. Basta ter sensibilidade e humildade para reverenciar o tamanho da OBRA DE DEUS. E assim certificar como somos infinitamente pequenos diante Dele.  

Peça a um desses fanáticos por defender que Deus só se vê através de livros, para descrever com profundidade cientifica, identificando  os elementos, por exemplo o ciclo da agua, dentro desses livros a que faz alusões esse jurista que depôs contra a religião dos Afro descendentes.


       E pensar que os verdadeiros desmandos que ocorrem hoje ficam engavetados anos a fio por falta de despacho jurista.
Assistimos todos os dias assassinatos, sequestros de crianças, roubos, assaltos, tráficos de drogas, estupros, discriminação feminina, politicagem, são tantos fatos que carecem de juristas para decidir e impedir que os seres humanos filhos do Criados sejam tão agredido em seus direito de ir e vir, pois não se tem mais certeza de que ao sair de casa se a ela retornará a salvo.    

Se esse texto despertar algum interesse a quem quer que seja coloco-me à disposição para defendê-lo religiosamente e academicamente em qualquer instância.

(*) A água é o líquido mais importante que existe na Terra. Ela cobre quase 75 por cento da superfície do planeta, na forma de oceanosrioslagos. Todas as plantas e todos os animais precisam de água para sobreviver.
A água pode ser encontrada em três estados físicos: líquido, sólido (gelo) ou gasoso (vapor). Nos três estados, as moléculas ficam em constante movimento. A velocidade dessa movimentação é que determina o seu estado físico. Como gelo, as moléculas de água vibram, mas praticamente não saem do lugar. No estado líquido, elas se movimentam mais rapidamente, mas permanecem próximas umas das outras. Como vapor, elas se agitam tão rápido que se dispersam em todas as direções.
O calor faz a água mudar de um estado físico para outro. Quando o gelo é aquecido, as moléculas de água se movem mais rápido e se distanciam mais. Assim, o gelo derrete e se torna líquido. Quando a água em estado líquido é aquecida, as moléculas se aceleram ainda mais. As que se encontram na superfície começam a se agitar e a se dispersar pelo ar. Desse modo, o líquido se evapora, ou seja, torna-se vapor. fonte:http://escola.britannica.com.br/article/482837/agua 
 
Indignado, assino:    Geraldo André da Silva.: 
Administrador de Empresas (2008 – UnB), Especialista em gestão de pequenas e médias empresas (2009 – FGV). Tat’etu Jalabo/ Tata dia Nkisi, zelador da Casa de Cultura e Resistência Afro brasileira Lodé Apara em Santa Luzia – MG. E-mail: zfandre@hotmail.com   (http://lattes.cnpq.br/7530880519868255)