sábado, 11 de junho de 2011

Os imortais também fazem plim-plim.



Estamos em 2011, chegamos ao século XXI, o primeiro do terceiro milênio, e quando a gente pensa que já viu tudo e que as coisas tendem a melhorar assistimos, embasbacados, a eleição de um tal Merval Pereira como imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL). Mas quem é Merval Pereira? Bom, se você é jornalista ou costuma ler o jornal O Globo saberá que ele é colunista do mesmo, e só.
Sem desmerecer o trabalho dos jornalistas e colunistas, mas com todo respeito, apenas isso não basta para se tornar imortal – Ah, Merval Pereira também escreveu os livros A Segunda Guerra, A Sucessão de Geisel e O Lulismo no Poder, e só.
Como nós, do movimento “Vai”, não conseguimos descobrir um bom motivo para que Merval seja considerado imortal (e olha que até rima, Merval Imortal, talvez seja este o motivo) decidimos defender que a ABL seja aberta a todos os brasileiros, queremos que a literatura seja nua e crua.
Lançamos a blogueira e escritora Bruna Surfistinha como candidata oficial do movimento “Vai”, por uma literatura nua e crua. Como você pode ver neste post já estamos divulgando nossa postulante a imortal.


4 comentários:

Xandaum_SP disse...

Muito melhor que o Merval.
A propósito, a Bruna é literalmente uma puta escritora, fizeram até filme do livro dela, enquanto que o Merdal é só um escritorzinho filho da, bom deixa prá lá.
Inclusive, os próximos da lista poderiam ser Rafinha Bastos e Danilo gentili, pelo conjunto da obra literária compilado em twitter.

Leonardo Koury Martins disse...

Muito bom companheiro, depois da uma visitada no meu blog tbm...



http://teoriaversuspratica.blogspot.com

almanaque disse...

Apoio. Bruna Surfistinha já forneceu enredo pra muita gente.

Marcos

Binah Ire disse...

Bruna, já ganhou!

Postar um comentário