domingo, 4 de dezembro de 2011

O Globo tenta fazer factóide com mentiras o PIG ataca!

A edição dominical do jornal O Globo desta semana publicou um texto onde cita os ganhos do ministro Fernando Pimentel na época em que ele trabalhou como consultor na sua empresa P-21 (leia a matéria completa aqui). O título, assim como os primeiros parágrafos, da matéria fazem o leitor acreditar que a atividade do ministro como consultor tinha algo de ilegal, ilícito ou qualquer coisa do tipo. No decorrer do texto, após uma lida criteriosa, percebe-se que o Fernando Pimentel agiu dentro da Lei e que o trabalho como consultor foi realizado no período que ele não exercia cargo público, ou seja, como cidadão nada o impedia de ganhar dinheiro realizando palestras e prestando consultoria a empresas privadas sem ligação com o setor público.

O nosso blog decidiu publicar este post, pois o texto cita o Amigos do Pimentel como fonte para justiçar parte da matéria. Portanto, o que queremos aqui é esclarecer os fatos que o jornal publicou, ao nosso ponto vista, de maneira tendenciosa.

Fernando Pimentel trabalhou como consultor durante os anos que não exerceu cargo público, ou seja, ele não tinha ligações com o governo e como economista formado tem o direito de fazer palestras e prestar consultorias. Saliente-se que, diferente de outros casos Fernando Pimentel havia se desincompatibilizado.

A matéria é leviana quando cita este blog. O jornal afirma que a Fiemg pagou por informações divulgadas em discursos e palestras e, em seguidas, noticiadas na nossa página. Se o jornal diz, na mesma matéria, que não teve acesso aos contratos assinados, como pode inferir o teor das consultorias? E mais, como pode inferir que o teor era exatamente igual ao das palestras e discursos?

A matéria cita a empresa Convap, para qual Fernando Pimentel prestou serviços em 2010. Em 2011 a mesma empresa fechou contratos com a prefeitura de Belo Horizonte, porém a matéria esqueceu de frisar que Pimentel não integra mais o governo da capital e que não há irregularidade com nas licitações – e nós ressaltamos que Fernando Pimentel não pode ser responsabilizado por quaisquer ações do atual prefeito de BH.

Investigamos e a respeito das licitações citadas no texto não há fato que ponha em xeque os procedimentos realizados, as mesmas não são, nem mesmo, objeto de qualquer investigação judicial.

5 º A empresa P-21 foi aberta em 2009 está com toda a prestações de contas em dia, tributos foram recolhidos e além disso Pimentel deixou a empresa antes de assumir o posto como Ministro de Estado. Portanto, a matéria retrata uma atividade antiga, lícita e já conhecida do Fernando Pimentel como se fosse algo novo e realizado de forma ilegal, ou seja, o texto está mais para factóide que para notícia.

Por fim e para que o leitor possa se lembrar do histórico das Organizações Globo publicamos um vídeo que correu recentemente na internet onde o conhecido diretor Boni reconhece as manipulações da emissora. Em seguida, meu caro amigo, tire suas próprias conclusões.


Fonte: Amigos do Pimentel

1 comentários:

José Marcio Tavares disse...

A Globo decretou que petistas não podem ganhar dinheiro nem honestamente.

Postar um comentário